Robi Draco Rosa: O Ícone Latino Que Conquistou o Mundo

Robi Draco Rosa, nome artístico de Robert Edward Rosa Suárez, é um cantor, compositor, músico, produtor e poeta porto-riquenho. Nasceu em 27 de junho de 1969 em Long Island, Nova York, mas cresceu em Ponce, Porto Rico. Desde cedo, mostrou talento para a música, tocando violão e escrevendo canções.

Carreira

Robi Draco Rosa começou sua carreira nos anos 80, como vocalista do grupo Menudo, um dos maiores sucessos da música pop latina na época. Depois de alguns anos no grupo, decidiu seguir carreira solo e lançou seu primeiro álbum, Frio, em 1994. O disco foi bem recebido pela crítica e pelo público, revelando o talento do jovem cantor e compositor.

Em 1996, Robi Draco Rosa lançou seu segundo álbum, intitulado Vagabundo. O disco contou com a produção de Phil Manzanera, guitarrista do grupo inglês Roxy Music, e mostrou um lado mais experimental e rock'n'roll do artista. Com canções como Madre Tierra, Penélope e Blanca Mujer, o disco consolidou a carreira de Robi Draco Rosa no mercado latino.

Nos anos seguintes, o artista lançou mais álbuns de sucesso, como Songbirds & Roosters (1998), Vino (2002) e Mad Love (2004). Além de cantar e compor, Robi Draco Rosa também produziu discos de outros artistas, como o MTV Unplugged do grupo mexicano Maná.

Sucessos

Robi Draco Rosa é conhecido por grandes sucessos da música latina, como La Flor del Frío, Más y Más, Como Me Acuerdo e Vagabundo. Mas talvez sua música mais famosa seja Livin' la Vida Loca, gravada pelo cantor porto-riquenho Ricky Martin em 1999. A canção, composta por Robi Draco Rosa, foi um fenômeno mundial, atingindo o topo das paradas em vários países.

Além de Ricky Martin, Robi Draco Rosa colaborou com vários artistas ao longo de sua carreira, como Shakira, Julio Iglesias, Juan Luis Guerra e Alejandro Sanz. Sua música tem influências do rock, da música latina, do pop e do reggae, resultando em um estilo único e inconfundível.

Acidente

Em 2011, Robi Draco Rosa foi diagnosticado com um câncer no abdômen. Durante o tratamento, sofreu um acidente de carro em Los Angeles que mudou sua vida para sempre. O músico ficou gravemente ferido e passou por várias cirurgias em um hospital da cidade. Após alguns meses de internação, voltou para Porto Rico e continuou seu tratamento.

O acidente deixou sequelas físicas e emocionais em Robi Draco Rosa. Ele precisou aprender a andar novamente e passou a valorizar mais a vida e a família. Em 2013, lançou um novo álbum, intitulado Vida, que foi indicado ao Grammy Latino e recebeu críticas muito positivas.

Hoje, Robi Draco Rosa continua a fazer música e a inspirar fãs ao redor do mundo. Sua carreira e sua luta contra o câncer e as sequelas do acidente são uma fonte de inspiração para todos nós.

Conclusão

Robi Draco Rosa é um dos maiores ícones da música latina e um exemplo de superação e determinação. Sua carreira é marcada por sucessos memoráveis e colaborações com outros artistas de renome. O acidente que sofreu em 2011 foi um momento difícil em sua vida, mas também uma oportunidade de renovação e de valorização da vida. Robi Draco Rosa é um verdadeiro herói latino e merece todo o nosso respeito e admiração.